INVENCÍVEL PAIXÃO ou LADY INDOMÁVEL - VERONICA SATTLER

Filed under , , by Maraiza on 22:03


Bonita e rebelde, ela desafiou seu tempo com a força do amor!
 
Virgínia e Carolina do Sul, 1792 e 1793. 
Brianna Devereaux regressou à recém-libertada América mais esfuziante e independente do que nunca. De caráter indomável, ela enfrentou os desafios de uma época turbulenta com uma paixão que poucos podiam igualar.
Jesse Randall era o único homem de espírito tão indómito quanto o de Brianna. E, juntos, ousaram satisfazer os desejos de seus corações, vivendo um amor vibrante e selvagem como as terras do Novo Mundo!     
BAIXAR      
Minha Opinião:
Esse livro vocês irão encontrar com esses 2 títulos, um na versão de CLR e outro em CHE, são iguais só muda o título!
Com certeza vocês não irão perder tempo se ler esse livro... ele é muito bom... já li ele 2 vezes. Simplesmente fantástico! A parte que ela perde a virgindade é a melhor do livro, além de ser engraçado é muito emocionante!!!!!
Vou colocar essa parte abaixo!  
 
"A expressão no rosto de Jesse Randall quando a viu foi de absoluta incredulidade.
— Ora, ora, mas o que temos aqui! A criada que conheci no Cisne Negro, em Charleston! O que está fazendo no estado da Virgínia, chérie?
Pensando rapidamente, Brianna respondeu, carregan­do no sotaque francês:
— Eu... eu... estou agora a serviço de monsieur Fauble, um dos hóspedes dessa casa. Vim para ajudar... na preparação do jantar. Meu arroz com ervas finas é três bon.
Jesse sorriu.
— Ah, sim, mas que coincidência... Seu nome é Brielle, não é?
— Oui, monsieur — respondeu ela, tentando adivinhar se ele estava mesmo engolindo a história. — É um prazer vê-lo de novo.
— O prazer é todo meu, chérie."
"— Ah, chérie, você foi feita para dar e receber prazer — sussurrou ele, livrando-se de suas calças. — Venha comigo, vou levá-la ao paraíso...
A dor que Brianna sentiu em seguida pareceu tirá-la de seu estranho estado de torpor.
— Pare! — ela ainda pediu, mas Jesse já mergulhara fundo em seu corpo, movendo-se num ritmo alucinante, até que um grito animal escapou de sua garganta e tudo estava acabado.
Tudo acabado, não. Tudo estava apenas começando. Durante os embates amorosos, a touca branca havia caído e agora Jesse Randall percebia quem era Brielle Gitane na verdade. Uma raiva cega tomou conta de sua alma.
—  Sua irresponsável! — ele gritou. — Veja só o que aconteceu!
Ela tentou se levantar, os olhos verdes faiscando de ódio.
— Quem é o irresponsável nessa história, sr. Randall?
Aquelas palavras devolveram a Jesse um pouco de seu bom senso perdido e ele a abraçou com força.
— Calma, calma, Brianna. O que aconteceu foi um erro, mas tudo vai acabar bem.... Você... está sentindo dor?
Ela fez que não com a cabeça. Jesse afastou-se a fim de vestir-se novamente, então voltou a tomá-la nos braços.
— Por que este disfarce?
— Ora, Jesse, será que é tão difícil assim de entender? Eu queria poder respirar um pouco! Gozar de alguns  minutos de liberdade, sem ter alguém atrás de mim, vigiando meus passos!
Ele levantou a mão e acariciou-lhe os cabelos.
— O mundo é um lugar muito perigoso, Brianna. Você ainda é uma criança e...
— Não, Jesse. Não sou mais uma criança. E não é o mundo que é perigoso. São certas pessoas que moram nele! — Ela se levantou. — Meu pai devia estar louco quando o escolheu para tomar conta de mim! Completamente louco!
— Brianna, eu...
Mas ela já tinha virado as costas e desaparecido em meio à escuridão.
Jesse Randall enterrou a cabeça nas mãos, absolu­tamente desesperado. Havia se metido numa enorme enrascada!
E agora, o que vai ser de mim?"



Reações: 

Comments:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails